quinta-feira, 4 de Março de 2010

A ARTE E MENTALIDADE BARROCA

No século XVII nasceu em Itália um novo estilo artístico, o BARROCO, que veio a difundir-se por toda a Europa, principalmente no Sul, ao longo do século XVIII.
As principais características desta arte são:
- Gosto pelo movimento, com a aplicação de volumes, curvas e contracurvas, sensualidade das formas e contrastes de cor, luz e sombra;
- Expressão de sentimentos através de um dramatismo invulgar;
- Decoração sumptuosa com um horror ao vazio
- Ilusões de óptica utilizando a perspectiva e planos assimétricos.
Todos estes aspectos reflectem-se numa nova mentalidade presente na arte, na literatura e na música.
A exuberante decoração das igrejas barrocas, o luxo dos materiais utilizados e a exaltação das esculturas de figuras religiosas serviam os interesses da Contra-Reforma.
A beleza das igrejas barrocas atraía os fiéis, servindo de instrumento de combate ao Protestantismo.
ARQUITECTURA / ESCULTURA / PINTURA
A arquitectura barroca, aplicada sobretudo em igrejas, é caracterizada por uma grandiosidade e riqueza na decoração através da utilização de esculturas, pinturas e talha dourada.
Em Portugal, também se aplicava o azulejo.
Arquitectos:
Borromini
Bernini
Ludovice
Nicolau Nasoni
A fase final da arquitectura barroca é designada de ROCOCÓ, devido ao exagero ornamental.
O termo rococó forma da palavra francesa rocaille, que significa "concha", associado a certas fórmulas decorativas e ornamentais como por exemplo a técnica de incrustação de conchas e pedaços de vidro, usados na decoração de grutas artificiais. Foi muitas vezes alvo de apreciações estéticas pejorativas.
O rococó tem como principais características:
-Cores claras;
-Tons pastéis e douramento;
-Representação da vida profana da aristocracia;
-Representação de Alegorias;
-Estilo decorativo.
-Possui leveza na estrutura das construções.
-Unificação do espaço interno, com maior graça e intimidade.
-Texturas suaves.
ESCULTURA é caracterizada por um dramatismo invulgar, exuberância das formas e expressões e pela sensação de movimento.
PINTURA aplica uma riqueza de cor, contrastes de luz, movimento e dramatismo das figuras e das cenas.
Pintores:
Rembrandt-holandês
Rubens-flamengo
Velásquez-espanhol
Murillo-espanhol
Vieira Lusitano-português

0 comentários: